Atualmente, a maior parte das empresas utiliza as redes sociais como um importante canal de comunicação com o cliente e para realizar ações de marketing. As redes sociais criaram novos setores e empregos nas empresas, com os social media ocupando essas posições. A gestão das redes sociais é um objetivo de carreira para esses novos profissionais.

Contudo, ser um gestor de de mídias sociais não se resume a escrever tweets e fazer updates no Facebook, envolve um conjunto de outras análises e administrações que um usuário comum nem imagina existirem. Um dos importantes processos envolvidos é a segurança. Existem diferenças entre proteger sua conta pessoal e a conta de uma empresa. Um incidente de segurança em uma conta de mídia social de uma empresa pode causar danos econômicos, além de um enorme prejuízo à reputação.

Com isso em mente, listamos algumas dicas básicas de segurança que todo gestor de mídias sociais deve saber:

 

Mantenha seus dispositivos seguros

O primeiro passo rumo a segurança das contas sociais é manter o sistema seguro. Isso pode parecer óbvio, mas muitas pessoas não deixam seus dispositivos devidamente seguros. É muito importante entender que não é apenas o PC que está suscetível a ataques, os dispositivos móveis estão tão vulneráveis quanto, senão mais. Os profissionais de mídias sociais tendem a trabalhar a partir de smartphones, tablets, de qualquer lugar a qualquer hora. Por isso, é preciso que as soluções de segurança da empresa estejam devidamente presentes e operacionais nesses dispositivos.

 

Senhas

 Essa é uma das medidas mais importantes, todas as suas senhas necessitam ter no mínimo mais de 6 caracteres e contar com uma variedade de letras, números e símbolos. A senha não deve ter informação relacionada ao nome de usuário, e obviamente, cada conta deve ter uma senha diferente. Pode ser difícil se lembrar de todas as senhas, mas hoje em dia existem boas soluções corporativas de gerenciamento de senhas.

 

Conecte-se apenas a partir de locais seguros

 Você pode proteger seus dispositivos com uma excelente solução corporativa, deixando-os bem seguros. Contudo, se você se conectar a uma rede aberta, sem segurança, você está assumindo um enorme risco de ser atacado. Não conecte-se às contas corporativas em redes abertas.

 

Autenticação em dois-fatores

 A maior parte das redes sociais (Twitter, Facebook, LinkedIn, Tumblr, Instagram, etc.) possuem uma alternativa de autenticação em dois-fatores. O que isso faz é incorporar uma camada adicional de segurança em suas contas. Por exemplo, uma possibilidade é o envio de um código para seu smartphone, necessário para a autenticação além da senha. Assim, se a sua senha for comprometida, o atacante não será capaz de ultrapassar esse mecanismo.

 

Confira onde você clica

 Você já deve ter clicado em alguma chamada postada no Facebook e no Twitter para um vídeo incrível no YouTube e acabou parando em uma página que não tinha nenhuma relação. Essa é uma tática utilizada muitas vezes pelos criminosos para infectar o seu dispositivo. Se você não confia, não clique, e observe tudo atentamente antes de clicar, mesmo que pareça bastante curioso.

 

Limpe as aplicações de mídias sociais

 Grande parte dos incidentes de segurança envolvendo redes sociais ocorre não porque os hackers tiveram acesso ao computador, mas sim acesso a uma aplicação terceira utilizada para gerenciar as redes sociais. Então, se você não vai mais utilizar aquele excelente editor de posts do Facebook que descobriu outro dia, delete-o da lista de aplicações permitidas.