A Trend Micro publicou recentemente seu tradicional estudo de final de ano com as previsões e tendências de segurança para o futuro. Avanços nas tecnologias existentes, tanto para os criminosos quanto para os usuários, trarão novos desafios e cenários para a segurança. Uma estratégia bem planejada deve sempre pensar a frente, de olho nas tendências que se apresentam, para que possa estar sempre adaptada às novas estratégias dos atacantes.

Veja a seguir as 6 previsões para 2016:

1 – 2016 será o ano da Extorsão Online

O ransomware foi uma estratégia bem adotada pelos criminosos durante a última década, e com sucesso. Vimos um crescimento desse tipo de ameaça em 2015, assim como de outras formas de extorsão, como ataques de DDoS contra servidores de e-mail. Espera-se que os criminosos utilizem esquemas cada vez mais elaborados para executar esse tipo de golpe.

Veja como se proteger do Ransomware aqui.

2 – A China será responsável pelo crescimento dos malwares para dispositivos móveis em 2016, métodos de pagamento móveis serão atacados

Relatórios mostram que a cada 4 apps, 3 são malwares na China. O download de aplicativos em lojas não oficiais é comum no país, o que contribui para o cenário caótico na segurança de dispositivos móveis. Deve-se ter atenção também com os métodos de pagamentos móveis, cada vez mais frequente, eles certamente chamarão a atenção dos criminosos, que tentarão explorar vulnerabilidades nesses métodos.

Conheça mais sobre so riscos relacionados aos dispositivos móveis aqui.

3 – Vazamentos de dados serão utilizados por hacktivistas de forma sistemática para prejudicar seus alvos

Há algum tempo, os hacktivistas basicamente atuavam com táticas de DDoS e Web Defacement. Como vimos esse ano, as táticas evoluíram. Aqui mesmo no Brasil, o Exército Brasileiro teve mais de 7 mil contas de usuários vazadas por hacktivistas.

4 – Apesar da necessidade de um profissional especialista em proteção de dados, menos de 50% das empresas contarão com essa posição em 2016

As empresas estão finalmente percebendo a necessidade de um profissional que possui foco em garantir a integridade dos dados dentro e fora do ambiente corporativo. Contudo, pesquisa realizada pelo Global Banking and Finance apontou que menos de 50% das empresas possuem planos de contar com esse profissional no próximo ano.

Uma estratégia de segurança bem sucedida precisa estar conectada com os objetivos do negócio, veja mais aqui.

5 – Extensões de bloqueio de propagandas vão modificar o mercado de publicidade na internet e matar o malvertising

Os usuários estão cada vez mais incomodados com as intrusivas propagandas online. Por isso, a liberação das extensões de bloqueio é cada vez maior. Esse movimento fará com que as empresas que anunciam de forma legítima busquem outras formas de chamar a atenção dos usuários para seus produtos e serviços. Essas novas formas também chamarão a atenção também dos criminosos, provemendo em última instância, o fim do malvertising.

6 – A legislação contra cibercrimes tomará um passo definitivo para se tornar um movimento global

Com todos os casos dos últimos anos, ficou evidente que o cibercrime é um movimento global e que precisa de esforços conjuntos de governos do mundo todo para ser combatido. Espera-se que a legislação do cibercrime se torne uma pauta forte em 2016.

Recomendação Real Protect

Proteger sua empresa contra as novas ameaças requer monitoramento contínuo sobre sua infraestrutura e informações críticas do negócio. É preciso rever logs de segurança e alertas em tempo real para identificar e combater atividades maliciosas. Procedimentos escaláveis e tecnologia avançada de análise são fundamentais para que a detecção e a resposta a ameaças seja efetiva.

Uma alternativa para posicionar a empresa a frente das ameaças e aumentar a segurança é o Serviço Gerenciado de Segurança (MSS). Seu objetivo é fornecer o devido monitoramento e gerenciamento de dispositivos e sistemas de segurança, como firewall, IPS, monitoramento de disponibilidade, antivírus, entre outros, operados de forma remota a partir de um moderno centro de operações de segurança, onde uma equipe especializada monitora e administra o ambiente em regime 24 x 7.

Uma grande vantagem dos serviços viabilizados pelos provedores de MSS é a atualização constante dos mais novos tipos de ameaças e ataques disponíveis no mercado pelos cibercriminosos e as formas de combate, evitando possíveis vulnerabilidades da empresa. O Gartner ressalta vários benefícios para a contratação de um provedor de MSS, como o aumento do nível de segurança e redução de custos para a empresas, a detecção e tratamento rápido das vulnerabilidades ou ataques, devido a sua expertise; cobertura 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano; além de dispor de uma equipe qualificada, composta por especialistas em número suficiente para gerenciamento dos ambientes de diversas empresas.

 

Veja também:

É imprescindível para CSO’s falarem a linguagem do negócio e levar as questões da segurança para o board executivo da empresa.

Baixe o whitepaper e veja como falar a linguagem do negócio:

Whitepaper: Conectando a Segurança ao Negócio