Pesquisa aponta que ciberataques tomaram a liderança das preocupações para o board executivo

Segundo um estudo realizado pelo Business Continuity Institute em 79 países, a ameaça de ciberataques e a instabilidade política gerado pelo populismo em diversos países estão entre as principais preocupações das empresas em 2017.

O medo número um para 88% dos executivos entrevistados é a continuidade do negócio estar ameaçada pelos hackers, as respostas variaram entre estarem preocupados e muito preocupados com essa questão.

Para o diretor executivo do BCI, David Thorpe, “Os ciberataques estão custando bilhões de dólares para as empresas anualmente, uma soma que só deve aumentar com o crescimento de dispositivos integrados às operações fundamentais do negócio”.

O estudo se baseou em respostas obtidas com 726 empresas de todos os setores, incluindo: financeiro, seguros, varejo e defesa. O tamanho das empresas participantes variou de pequenos negócios com até 250 funcionários até megacorporações com mais de 100.000 funcionários.
Você pode conferir mais sobre essa pesquisa aqui.