Comunicação efetiva entre o gestor de segurança e a equipe é a chave para uma relação saudável dentro do time de segurança. Existem diversas informações sobre como o CSO deve se comunicar com o board executivo, mas, como deve ser a relação com os subordinados? Como eles devem se comunicar com os colaboradores?

O CSO é o ponto focal do sucesso ou falha de uma estratégia de segurança da informação. De acordo com a forma como ele implementa o programa, comunica com o board executivo, faz a segurança ter visibilidade para o negócio e gerencia as crises, o CSO pode efetivamente tornar a segurança um complemento do negócio, implementando uma estratégia compreensiva e que mitiga verdadeiramente os riscos. Para isso, também é essencial contar o suporte e a dedicação da própria equipe.

A equipe de cibersegurança é em última instância um reflexo do seu gestor. Seja para o bem ou para o mal, os colaboradores irão emular a resolução, foco e comprometimento do gestor dentro do programa de segurança da informação. A ética de trabalho também irá se refletir na equipe.

Nada disso ocorre sem uma boa comunicação. Sem ela, os funcionários não confiam no gestor ou não sabem o que é esperado deles, de forma que raramente atingem todo seu potencial. A comunicação do CSO com os colaboradores precisa ser honesta. É importante mostrar respeito pela equipe, a partir da conquista de confiança, os funcionários passarão a ter respeito pela gestão e lealdade.

Como melhorar a comunicação com a equipe?

Para melhorar o canal de comunicação entre gestor e equipe, confira algumas dicas:

Reuniões de Equipe

Agende reuniões semanais para ouvir e informar como a equipe está indo como um todo. Repasse as ações estabelecidas na última reunião. Deixe que cada membro diga os principais projetos em que estão trabalhando, os desafios que enfrentaram e o que conseguiram de positivo na semana. Reconheça as conquistas, peça opiniões para os desafios enfrentados (mesmo que você saiba a resposta), torna a conversa algo construtivo. Não humilhe ou reprimenda algum membro da equipe durante a reunião, mas tome o controle da conversa caso seja necessário. Não deixe que as reuniões passem de 1 hora. Se você for consistente, a equipe confiará em sua palavra para outros assuntos.

Reuniões 1 a 1

Reuniões individuais não precisam ser necessariamente formais ou agendadas, mas é recomendado que o gestor tenha esses encontros pelo menos uma vez a cada duas semanas. Essas são oportunidades para conversar sobre os objetivos de cada um dos colaboradores, desafios e conselhos para evolução. Esse também é o momento para repreender e corrigir. Não deixe essas reuniões sem estabelecer um objetivo ou tarefa a ser cumprida até a próxima.

Sinais Escondidos

Fique atento para mensagens não ditas, requisições de ajuda e para o moral da equipe. Trate disso nos encontros 1 a 1, mas caso seja algo que envolva toda a equipe também fale durante as reuniões semanais. Leve em consideração os inputs da equipe e deixe os outros saberem que o que eles contribuem importa.

Áreas de Trabalho

Ande pelas mesas de trabalho, demonstre interesse nas atividades diárias. Esse contato pessoal estreita os laços entre o gestor e a equipe. Ocasionalmente almoce com a equipe e participe dos happy hour.

Avaliações dos Colaboradores

Nunca se atrase ao dar o feedback para os funcionários. Essas avaliações periódicas são muito importantes para a performance, objetivos pessoais e evolução profissional.

Compartilhe os objetivos da empresa

Não o suficiente apontar os objetivos da área como crescimento, soluções a serem incorporadas, treinamento e KPI’s. Compartilhe os objetivos globais da empresa, como está o cenário, sem transparecer o que for de conhecimento exclusivo dos gestores. Conte para a equipe como os objetivos da empresa podem afetar o time e garanta que você defende e tem sempre a equipe em consideração.

Follow-up

Tome notas de cada pessoa. Relembre a essência da última reunião e deixe os funcionários saberem que você escuta e presta atenção no que eles dizem.

Conclusão

A chave para estreitar os laços com a equipe e melhorar a comunicação é ser autêntico e verdadeiro. Deixe eles verem sua visão, paixão e comprometimento com eles e com a sua profissão.

Por fim, não gerencie a equipe em si, gerencie projetos. Lidere a equipe dando o exemplo positivo. Adote uma cultura de “porta aberta” e você irá cultivar a lealdade e uma melhor comunicação com sua equipe.