A competição organizada anualmente, e, que neste ano ocorreu no dia 14 de março em Vancouver, expôs uma série de falhas nos navegadores Internet Explorer, Chrome, Firefox e Safari. Além das falhas, foram descobertas vulnerabilidades no Flash Player e no Adobe Reader. A premiação total superou o recorde do ano anterior e passou de 850 mil dólares.

Dentre as vulnerabilidades descobertas, a realizada pelo time da Vupen foi uma das mais importantes, explorando uma brecha na engine de renderização do navegador Chrome, os hackers conseguiram acesso remoto ao sistema operacional da máquina. O time chinês Keen foi o responsável por descobrir uma vulnerabilidade no Apple Safari, utilizado no iPhone, demonstrando a crescente vulnerabilidade e preocupação com a segurança dos dispositivos móveis.

Todas as falhas encontradas e apresentadas no evento foram repassadas às empresas, que já disponibilizaram patches de correção.