Com a participação da Real Protect, Correio Braziliense publica matéria sobre panorama mundial da espionagem virtual, relatórios a respeito do tema, perspectivas para os próximos anos e oferece dicas para quem quer se proteger das armadilhas. Leia a matéria na íntegra!

Relatórios indicam que espionagem internacional ganhará novos agentes, levando cada vez mais países a estabelecer próprias redes nacionais isoladas. Empresas e organizações devem investir em segurança para nuvens e em criptografia. Ainda de acordo com pesquisas, é preciso investir em educação online.


Prevenção: medidas para se proteger – e os negócios – de ameaças virtuais podem ser gratuitas e não tomam tempo.

A instalação de software de fontes confiáveis e o uso de criptografia em aparelhos móveis são saídas para quem quer proteger a própria privacidade.