Nos últimos dois anos, nos cantos mais obscuros da internet, um tipo diferente de mercado surgiu e passou a movimentar muito dinheiro. O nome do mercado é xDedic, nesse local, qualquer pessoa pode comprar o acesso para mais de 70.000 servidores hackeados no mundo inteiro.

De redes governamentais a empresas, de servidores web a bases de dados, o xDedic é um mercado onde os compradores podem encontrar o que precisam quando o assunto é servidor, e ainda é barato. Comprar um acesso a um servidor localizado no governo de um país europeu custa menos de 6 dólares.

O pagamento é feito apenas uma vez e dá ao comprador acesso a todos os dados no servidor, além da possibilidade de usar esse acesso para lançar ataques futuros. Resumindo, é o sonho de qualquer hacker: simplificando o acesso às vítimas, tornando o processo mais barato e rápido, assim como abre novas possibilidades para os criminosos.

dedicblog_eng_2

Brasil lidera o Ranking

De acordo com estudo realizado pela Kapersky, o xDedic conta com 70.624 servidores para compra, de 416 vendedores diferentes. Os servidores são originários de 173 países diferentes. Um índice interessante e que levanta o alerta no Brasil é que o país com maior número de servidores à venda, representando 9% do total. Esse índice reforça um assunto sobre o qual sempre tratamos, falta visibilidade sobre a infraestrutura em muitas empresas. É comum que servidores e rede estejam comprometidos, mas os gestores acabando não sabendo, já que não possuem a visibilidade necessária sobre a infraestrutura.

5_en

Serviços de Qualidade

O mercado, assim como os ataques realizados pelos criminosos, é bastante sofisticado. O fórum do xDedic possui um serviço de suporte, técnicas especiais para extrair melhor proveito dos servidores e ferramentas que realizam o upload das informações dos servidores para o xDedic. Assim como já abordamos anteriormente, hoje não se trata mais de adolescentes causando o caos de casa. Hackers são criminosos sofisticados, que estão em busca de ganhos financeiros. É preciso levar em conta isso na hora de elaborar uma estratégia de segurança eficiente.