Toda empresa deve posicionar entre suas principais preocupações a preservação de informações estratégicas. Dados sobre faturamento, situação contábil, projetos, planos de expansão ou avaliação de funcionários, se acessados de forma indevida, colocam em risco toda a organização. Defender-se com eficiência de ataques e invasões dos sistemas pode impedir uma crise de proporções inimagináveis.

Para garantir que as informações sejam mantidas a salvo, muitas organizações passaram a apostar no modelo de Serviço Gerenciado de Segurança, conhecido pela sigla MSS (Managed Security Sevice, em inglês). Essa abordagem surgiu no início da década passada, quando ainda dominavam o cenário de TI os projetos pontuais ou aqueles com prazo definido.

Evolução do MSS

O MSS substitui a segurança baseada em propostas de consultorias ou focada em produtos (hardware e software). Com o passar dos anos, o MSS passa por aprimoramento e se consolida no mercado. No entanto, algumas empresas ainda desconhecem as vantagens do modelo. Essas organizações ainda estão presas a conceitos superados e a práticas pouco produtivas. Conheça agora dez motivos para adotar o serviço gerenciado de segurança:

1. Problema constante

Não há fórmula mágica que garanta 100% de proteção. Apenas a identificação dos riscos  e o combate contínuo às ameaças podem preservar a integridade das informações da empresa. Nesse sentido, o MSS detecta vulnerabilidades e age prontamente.

2. Monitoramento em tempo real

Apenas um serviço gerenciado de segurança é capaz de proteger os sistemas corporativos no padrão 24 horas por dia e sete dias por semana. O monitoramento e o combate às ameaças ocorrem em tempo real.

3. Apenas tecnologia não basta

Muitos gestores acreditam que basta ter tecnologia de ponta para se proteger. Eis um erro grave, pois aqueles que arquitetam os ataques também dominam ferramentas tecnológicas extremamente sofisticadas. O modelo MSS se baseia em profissionais capazes de tirar o máximo proveito de equipamentos e softwares no esforço de garantir proteção para as informações.

4. Expertise

É natural que uma empresa especializada em serviço gerenciado de segurança mantenha em seus quadros os melhores profissionais da área. Afinal de contas, ela reúne as condições para identificar e contratar técnicos de alto nível. Uma companhia de comércio, por exemplo, não teria a mesma capacidade de selecionar e manter atualizada uma mão-de-obra tão específica.

5. Escala

Os fornecedores do modelo MSS reúnem informações sobre um número enorme de ameaças, vulnerabilidades e falhas de segurança. Devido ao “repertório” de riscos já enfrentados, eles têm condições de responder com rapidez aos ataques.

6. Prática ultrapassada

Algumas empresas se mantêm presas ao velho modelo de compra de tecnologia – hardwares, antivírus, firewalls, etc. Hoje as organizações buscam resultados concretos e processos mais simples. Em vez de adquirir produtos, passaram a comprar “resultados”, ou seja, aquilo proposto pelo MSS.

7. Tempo

De acordo com estudo realizado pela companhia americana Service Leadership Inc, uma empresa leva em torno de 36 meses para alcançar o nível de excelência em termos de segurança de seus sistemas. Em mercados tão competitivos como os atuais, qual organização pode esperar tanto tempo?  A contratação de serviços gerenciados de segurança permite que se tenha proteção imediata.

8. Perfil das ameaças

O risco agora se concentra nas fraudes e no roubo de dados para golpes financeiros. A sofisticação dos criminosos virtuais costuma estar à frente das ferramentas de proteção – hardwares, antivírus ou firewalls. O modelo MSS acompanhou a mudança do perfil das ameaças e oferece as soluções mais adequadas a sua empresa.

9. Foco

Ao optar pelo serviço gerenciado de segurança, a empresa deixa de se preocupar com a questão e pode se concentrar no seu negócio propriamente dito.

10. Custos

Segundo o Aberdeen Group, o gerenciamento de uma solução de segurança corresponde à maior parte de um investimento, impactando o custo total de propriedade (TCO). É nesse sentido que o MSS auxilia as empresas, reduzindo o custo de gestão e maximizando a utilização das soluções. O serviço gerenciado de segurança é pago mensalmente, diluindo o impacto no caixa da empresa.

Você já conhecia o serviço gerenciado de segurança? Tem alguma dúvida sobre o modelo? Deixe aqui o seu comentário.