Em junho, a gigante de tecnologia Google expandiu o seu Relatório de Transparência para detalhar as atividades que descobre e monitora de sites maliciosos na internet. A empresa  apontou durante o anúncio, que sinaliza diariamente por volta de 10 mil sites com atividades maliciosas diversas na rede. Anunciou, também, que os dados estarão disponíveis em formato gráfico para uma análise mais compreensível. Outro fator interessante é que o relatório contará agora com uma página de Notable Events (Eventos Notáveis), nessa seção, a empresa listará os vírus, malwares e atividades maliciosas mais importantes do período e como afetaram a internet. O controle da web realizado pelo Google inclui também as notificações enviadas pelos usuários de seus serviços como o Gmail, aplicativos como o Chrome e o sistema operacional Android.

O Relatório de Transparência do Google existe desde 2010 e conta com informações que vão desde os termos de busca mais procurados até quais países estão bloqueando conteúdo do Google no momento. A decisão de incluir a informação sobre os sites maliciosos é resultado de uma busca pela melhora do programa Safe Browsing (Internet Segura), lançado em 2006.

Veja mais em: http://www.scmagazine.com/google-opens-up-about-the-malware-alerts-it-sends-users/article/300401/

Acesse o Relatório de Transparência aqui: http://www.google.com/transparencyreport/

Retirado do Site The Huffington Post

Retirado do site The Huffington Post