Pesquisa sobre problemas de performance em apps, realizada pela IDG Research – uma empresa global de estudos em tecnologia -, com administradores de Tecnologia da Informação (TI) e executivos que utilizam esses tipos de serviços, mostrou que 73% das organizações estão perdendo em produtividade por causa de problemas de desempenho com aplicativos necessários aos negócios. O grande motivo é que, a dificuldade em se trabalhar com os aplicativos gera queda na moral da equipe, impactando no sucesso da empresa, e, até mesmo, gerando insatisfação por parte do cliente, que é atendido por um prestador de serviços insatisfeito com a empresa onde trabalha.

O cenário apresentado pelo relatório, desenvolvido a pedido da Ipanema Technologies, é bastante comum para os profissionais da área: os colaboradores reclamam do fraco desempenho dos aplicativos e alegam que o problema está afetando a produtividade. As reclamações permanecem acumuladas no setor de TI. Os especialistas dessa área, então, tentam exaustivamente resolver o problema para retomar o máximo de produtividade. Contudo, geralmente, não possuem as ferramentas para identificar e corrigir rápida e facilmente adversidades dessa ordem. Dessa forma, eles é que passam, também, a ficar improdutivos e com moral baixa. Na outra ponta estão os executivos, que pressionam a todo o instante o TI e os demais setores para que retomem os níveis anteriores de produtividade. O que ocorre no final é um invariável processo de maior queda de rendimento e satisfação do cliente.

De acordo com o estudo, para se combater o panorama acima é essencial que a empresa possua um plano bem estruturado de monitoramento de desempenho dos aplicativos. Somente agindo de forma preemptiva é que o administrador de TI pode resolver a situação antes que ela se torne incontrolável e se configure no círculo vicioso da queda de rendimento. Um dado muito interessante da pesquisa é que apenas 29% dos profissionais demonstraram possuir esse tipo de controle. Outro ponto interessante é que, de acordo com a Ipanema Technologies, o controle reativo é sinônimo de dinheiro perdido. Isso porque, a empresa acaba depreendendo uma quantidade significativa de recursos para tentar controlar uma situação que já está afetando toda a sua produtividade.

Acredite, a sua empresa não é a única que pode estar inserida neste contexto. Outra pesquisa realizada pela consultoria Vanson Bourne, com 650 profissionais de TI, mostrou que 79% enfrentam problemas de performance de apps frequentemente.