A pesquisa 2018 Gartner CIO Agenda Survey reuniu dados de pesquisas feitas com 3.160 CIOs, de 98 países diferentes atuantes nos mais diversos segmentos. Juntos, esses CIOs representam faturamento de 13 trilhões de dólares e 277 bilhões de orçamento para investimentos em TI.

A pesquisa mostrou que a maior parte dos CIOs dizem que as tendências em tecnologia, especialmente as relacionadas à cibersegurança e inteligência artificial vão alterar significativamente como eles devem exercer seu trabalho no futuro. A cibersegurança continua a ameaçar o cenário global em 2018, já que 95% dos CIOs disseram esperar que incidentes de segurança aumentem e impactem suas empresas.

Em resposta a essas preocupações, a pesquisa revelou que a segurança ranqueia alto na agenda dos CIOs, sendo que 35% disseram ter investido diretamente em segurança e outros 36% analisam aumentar a participação nesse ponto da TI.

Recentemente falamos aqui no blog sobre como o cargo de CSO deve ser estruturado na empresa. A partir da pesquisa do Gartner, é possível perceber que os CIOs devem iniciar um movimento de olharem a segurança mais de perto. Isso pode ser positivo ou negativo para o CSO dependendo de como se dará o processo. O importante é, como dissemos no artigo, falar sempre a linguagem do negócio e mostrar os resultados de forma clara, justificando os investimentos em segurança e conquistando assim o apoio do CIO.