O pedido médio feito pelos criminosos em casos de ransomware cresceu de U$294 em 2015 para U$1077 em 2016, de acordo com o Relatório Anual de Segurança da Symantec. Segundo o diretor de resposta a incidentes da Symantec, Kevin Haley, esse aumento representa um crescimento muito significativo.

Popularização do ransomware

Com a popularização das plataformas de aquisição de ransomware, que deixam o trabalho criminoso simples e facilmente customizável, os criminosos conseguem ajustar os valores pedidos de acordo com as vítimas. Ou seja, pedem um valor pequeno para pessoas físicas e um valor muito maior para grandes empresas, já que eles sabem do potencial danoso para a operação e que a empresa terá condições de pagar.

Além disso, o relatório também mostrou que no último ano a quantidade de famílias de ransomware triplicou, sendo que a Symantec observou um aumento de 36% no volume de ataques. No cenário global, são 34% das empresas que aceitam pagar o resgate pedido pelos criminosos.

Você pode conferir nossas recomendações e outros conteúdos relacionados a ransomware aqui.