Um relatório da RSA, divulgado este mês, aponta que o Brasil está entre os cinco países do mundo que mais tiveram registros de ataques de phishing contra empresas. Antes do Brasil, nas primeiras posições do ranking, estão Estados Unidos e Reino Unido. Em empate com o nosso país, ocupando a 3ª posição, estão também Índia e Austrália. A pesquisa foi realizada com base nos dados coletados de janeiro a abril de 2013.

O ataque de phishing é uma forma de fraude eletrônica. O hacker, por meio de dispositivos técnicos ou engenharia social, tenta adquirir senhas eletrônicas de acesso, ou números de cartões de crédito de pessoas ou empresas. Em posse das senhas, o criminoso consegue provocar uma série de problemas nos servidores, que podem ir de espionagem em documentos e projetos restritos, utilização de dinheiro à paralisação dos serviços.

Do número total de ataques a companhias no mundo, o Brasil recebeu 4%, ao passo que os Estados Unidos sofreram com 29% no período. O Relatório de Fraudes da RSA ainda aponta que 571 marcas diferentes foram atacadas somente no bimestre de março e abril.

A estimativa é que a economia mundial tenha perdido, em 2012, por volta de US$ 1,5 bilhão com ataques de phishing direcionados a empresas. Esse valor representa um crescimento assustador de 22% para a perda estimada no ano de 2011.

Confira mais sobre o relatório aqui: http://www.emc.com/collateral/fraud-report/rsa-april-2013-fraud-report.pdf%20

Retirado do site E-Commerce News

Retirado do site E-Commerce News