Que um serviço gerenciado de tecnologia – Managed Services Provider (MSP) – da informação oferece mil e uma vantagens para a sua empresa, você já sabe. Mas verdade seja dita: não custa lembrar, já que optar por esse tipo de prática é sinônimo de economia financeira e aumento de desempenho, o que resulta em incremento de negócios. Uma recente pesquisa, encomendada pela  JDL Technologies, empresa norte-americana de TI, ao Spiceworks, listou os principais benefícios apontados por empresas que fazem uso de sistemas gerenciados e os critérios adotados na escolha da companhia terceirizada que será responsável pelo serviço. A pesquisa também estimou o aumento do mercado referente a esse segmento: atualmente, 36% dos entrevistados usam serviços MSP. Para 2014, a perspectiva é que o índice suba 4%.

O objetivo do estudo, desenvolvido com empresas norte-americanas e que entrevistou diretores,  gerentes, administradores de sistemas de rede e representantes de pequenas e médias empresas, foi realizar um levantamento que pudesse indicar os fatores que impulsionam o mercado de serviços gerenciados em Tecnologia da Informação

Confira os dados da pesquisa:

– 73% citaram redução na necessidade de contratar pessoal adicional em TI como a principal vantagem;

– 68% indicaram que o uso de um Managed Services Provider permite que as equipes de TI tenham maior desempenho, o que é importante em um ambiente caracterizado pelo tempo e pela falta de orçamento.

– 61% indicaram que o uso de um Managed Services Provider dá acesso a um maior conhecimento técnico do que quando a empresa possui uma equipe interna para esse serviço.

Já entre os critérios para a escolha do serviço estão a reputação da empresa provedora e a qualidade dos processos que oferece, mas, também, os preços praticados. A importância dedicada ao quesito preço não é surpreendente, já que, de acordo com o estudo, apenas um quarto dos orçamentos de tecnologia da informação dos entrevistados tem previsão de ser maior em 2014 do que em 2013. Os outros fatores principais eram de confiabilidade e acordos de nível de serviço (SLAs) e referências de clientes .