Cada vez mais expostas a diversas ameaças, as empresas colocam a segurança de suas informações e sistemas como prioridade.

O SOC – Security Operations Center é agora uma parte essencial do plano de proteção de cybersecurity nas empresas que buscam reduzir a exposição das informações e mitigar os riscos internos e externos.

 

O que é um SOC-as-a-Service?

SOC se refere a uma equipe e um conjunto de tecnologias e infraestruturas capazes de prevenir, detectar e responder a incidentes e ameaças de cybersecurity. Em outras palavras, o SOC coleta eventos de diferentes fontes, faz a análise, identifica anomalias e refina esse processo para gerar alertas.

Um bom SOC se baseia em diferentes skills, sendo capaz de executar uma série de tarefas estratégicas. Uma das grandes dificuldades para as empresas é montar (e manter!) uma equipe que tenha diferentes skills em TI e segurança.

O SOC-as-a-Service soluciona esse, entre outros problemas. Assim como as empresas passaram a adotar a nuvem como forma de substituir os data-centers (Infrastructure-as-a-Service), ou se utilizar de aplicações para partes vitais do negócio, como por exemplo vendas (Software-as-a-Service), a operação de segurança, e consequentemente o SOC, também pode ser adquirido e bem utilizado como um serviço contratado.

 

As vantagens do SOC

Sem as ações executadas por um SOC, os criminosos podem permanecer escondidos no ambiente corporativo enquanto as empresas não tiverem a capacidade para realizar essa detecção e remover as ameaças do ambiente. São vários os exemplos de empresas, inclusive grandes, que demoraram algumas vezes anos para detectarem um ataque.

O SOC permite a uma empresa ter visibilidade no seu ambiente, ter as skills, os processos e melhorar a segurança de forma contínua.

Contudo, montar e manter essa estrutura de proteção não é o Core Business da grande parte das empresas. Portanto, o SOC-as-a-Service passa a ser uma opção muito importante, a de oferecer uma operação de segurança robusta, sem que a empresa tenha a preocupação de manter os funcionários, operação 24×7, expertise de segurança, entre outros benefícios e de forma quase imediata.

 

Melhora do Gerenciamento de Ameaças

As empresas que regularmente implementam uma variedade de tecnologias designadas para prevenir e detectar ameaças, assim como fortalecer e proteger os ativos. Para uma eficiência maior, essas ações devem ser centralizadas, padronizadas, correlacionadas e monitoradas em tempo real, com os recursos disponíveis para analisar e responder atividades suspeitas e incidentes. Com o SOC, seja interno ou SOC-as-a-Service, as empresas ganham velocidade para identificar ataques e responder aos incidentes antes de causar maiores danos.

 

SOC-as-a-Service

Para tirar o máximo proveito desse tipo de oferta, é importante estar atento às responsabilidades que recaem sobre o provedor. Os elementos especificados nas SLAs garantem que as atividades realizadas estejam de acordo com as necessidades de cada empresa.

Funções oferecidas por um SOC externo:

  • Monitoramento contínuo de ativos e soluções de Segurança
  • Gerenciamento de vulnerabilidades
  • Criação e priorização de alertas
  • Implementação de respostas a incidentes
  • Análise forense de incidentes
  • Ações Corretivas
  • Threat Hunting
  • Threat Intel

Para sumarizar, contar com um SOC-as-a-Service permite que você tenha uma segurança mais dinâmica, que tenha capacidades de análise, monitoramento, prevenção e remediação.